Movimento Global de Missionários Pesquisadores

Movimento Global de Missionários Pesquisadores

“Pesquisa que guia o Impacto do Reino”

8º Conferência Lausanne Internacional de Missionários Pesquisadores (LIRC8)

Naírobi, Quênia, 30 Abril até 4 Maio 2018

Por: Rodrigo Tinoco

Movimento Global de Missionários Pesquisadores

“Ao refletir sobre o ministério do missionário pesquisador, fui atraído pelo livro de Provérbios, no qual somos inspirados a cultivar a sabedoria e, mais importante ainda, a aprender a confiar em Deus. Então, ao reunirmos informações e trabalharmos na interpretação das mesmas, tanto quanto pudermos, confiamos em Deus para nos fornecer discernimento e sabedoria”. (R.K. missionário pesquisador e amigo)

“Confie no Senhor de todo o seu coração e não se apoie em seu próprio entendimento; reconheça o Senhor em todos os seus caminhos, e ele endireitará as suas veredas. Não seja sábio aos seus próprios olhos; tema ao Senhor e evite o mal. Isso lhe dará saúde ao corpo e vigor aos ossos. Honre o Senhor com todos os seus recursos e com os primeiros frutos de todas as suas plantações; os seus celeiros ficarão plenamente cheios, e os seus barris transbordarão de vinho. Meu filho, não despreze a disciplina do Senhor nem se magoe com a sua repreensão, pois o Senhor disciplina a quem ama, assim como o pai faz ao filho de quem deseja o bem”. Provérbios 3:5-12

    Este texto traz um pequeno resumo da nossa participação na Conferência Lausanne Internacional de Missionários Pesquisadores(Lausanne International Researchers Conference – LIRC8). O tema foi “Pesquisa que guia o Impacto do Reino”. Os missionários pesquisadores apoiam os movimentos missionários em seus países. Uma participação direta e intencional na proclamação do Evangelho.

    A conferência é uma iniciativa do Movimento Lausanne que segue a cumprir seu chamado único para conectar líderes entre regiões, questões e gerações visando colaborar e trabalhar para o avanço do evangelho.

    O Movimento Lausanne visa:

        1. O evangelho para cada pessoa.

        2. Uma igreja evangélica para cada povo.

        3. Líderes à imagem de Cristo para cada igreja.

        4. Impactos do Reino em todas as esferas da sociedade.

    Para compreensão da importância do ministério de pesquisador, destaca-se algumas das marcas deixadas nas últimas décadas pelo Movimento Global de Missionários Pesquisadores: no meio do século 20 a publicação da coleção “World Christian Handbooks, por Kenneth Grubb; em 1966, a fundação, por Ed Dayton, da “Missions Advanced Research and Communication Center (MARC) “, organização que coletou dados de mais de 100 países para o primeiro congresso de Lausanne em 1974.

    Visando fortalecer as ações do movimento de pesquisa cristão, em 1986 acontece a primeira Conferência Lausanne Internacional de Missionários Pesquisadores, com 21 pessoas na Holanda. Desde então o evento é promovido periodicamente, conforme descrito abaixo.

1º 1986 Holanda –   21 pesquisadores

2º 1996 Inglaterra – 62 pesquisadores

3º 2001 Tailândia – 61 pesquisadores

4º 2005 Chipre – 46 pesquisadores

5º 2008 Austrália – 50 pesquisadores

6º 2011 Brasil – 37 pesquisadores

7º 2015 Malásia – 40 pesquisadores

8º 2018 Quênia –  100 pesquisadores

    Nesse contexto, a conferência que participamos agora no início de maio está em sua oitava edição, contado com irmão vindos de todos os continentes do planeta. Tive o privilégio de representar a igreja tanto do Brasil, quanto de toda a América Latina. Estávamos reunidos ouvindo a voz de Deus. Foi um momento singular e maravilhoso. Gostaria de ressaltar três grupos presentes: um grande grupo de irmãos vindos de vários países africanos, um grupo de mediano de irmãos da China e apenas um brasileiro representante da América Latina e especificamente do Brasil. Fiquei me perguntando o que isso significava? Será que como cristãos brasileiros temos suficientemente contribuído nessa área tão estratégica para o crescimento do reino de Deus aqui na terra?

    Durante cinco dias participamos de diversos diálogos, com mais de quarenta temas discutidos, onde todos propunham a interação entre a grande diversidade das necessidades estratégicas e ações da IGREJA.

    Cito abaixo alguns do diálogos e aprendizados mais marcantes:

  • Espanha. O trabalho de perfis etnográfico e as necessidades de igrejas em diversos locais do país.

  • Etiópia. O campo em movimento: o desafio do levar o evangelho aos povos pastorícios não alcançados pelo evangelho.

  • Bulgária. O alinhamento das pesquisas qualitativas e quantitativas e a experiência dos cristãos durante a era comunista.

  • Paquistão. O ambiente acadêmico e as nuances de ser cristão em meio à perseguição.

  • China. As novas tecnologias de vigilância e a igreja nas casas.

  • Índia. O norte do país, os povos não alcançados e os povos locais com maior resistência ao evangelho.

  • Tradução da Bíblia. Um conjunto de dados, diferentes olhares. Os avanços da tradução e análises dos dados.

  • Mundo Muçulmano. A análise de network no crescimento dos movimentos. Uma proposta que atende a segurança em países de acesso criativo (perseguição severa).

  • Global. Teologia narrada. Um evangelho que perdoa o pecado. Historias bíblicas na oralidade e o seu impacto.

  • Global. Novos missionários pesquisadores. As diferentes oportunidades no apoio a estratégias da IGREJA.

    Posso dizer que fui muito abençoado ao ouvir a experiência de irmãos de países tão diversos. Abaixo descrevo resumidamente mais alguns aprendizados pessoais que nos ajudam a ajudar. Falou-se sobre um pouco do todo que desejamos utilizar em nosso ambiente de influência afim de glorificar a Deus:

  • A busca de novos olhares para a coleta de dados necessária para apoiar a IGREJA.

  • O cruzamento dos diversos catálogos de dados, de diferentes escolas e suas análises.

  • Os desafios das expectativas globais e locais.

  • O esforço de pesquisas bem fundamentadas, todavia não orientadas por métricas de mercado/academia que não refletem a realidade.

  • Os esforços da apresentação dos desafios (dados) de forma transparente em contextos de perseguição.

  • A implicação das responsabilidades do ministério de Gestão do Conhecimento para Impactos do Reino de Deus.

  • A formação e capacitação da nova geração de missionários pesquisadores.

  • O fortalecimento da rede (networking) e da colaboração internacional de pesquisadores.

  • Os desafios dos povos em movimento.

  • Diversos modelos de envolvimento e atividades dos Gestores das Informações Missiológicas.

  • Novas pesquisas em temas não explorados, mas que são necessidades da IGREJA.

    Recomendação, expectativas e sonhos para o próximo (LIRC9):

  • Gestão do conhecimento do país como responsabilidade das organizações locais. Promover nas organizações históricas a pró-atividade na transferência de metodologia, tecnologia e dados.

  • Dados Abertos. Uma proposta de colaboração de pacotes de dados para a realidade do Movimento Missionário.

  • Novos líderes. A presença de novos missionários pesquisadores de todas as regiões. Principalmente da América Latina.

    Embarcamos na viagem tentando ler mais de 300 páginas a fim de nos prepararmos para a conferência. Viajamos com a expectativa de conversas sobre metodologias, pesquisas quantitativas e qualitativas e muitos outros aspectos técnicos. O que encontramos foi um grupo de irmãos que tem seus joelhos no chão. Homens e mulheres que buscam utilizar de forma intencional, inovadora e criativa os seus dons para a glória de Deus.

1. Se você se sente chamado para este tipo de ministério Missionário Pesquisador, entre em contato conosco ainda hoje. Estamos orando por você.

Whatsapp: +55 61 999-664-046

2. Quem são os Missionários Pesquisadores? Leia o texto: O “Missionário Pesquisador” – Mordomo da “Gestão do Conhecimento” para ações de impacto do Reino.

http://www.pesquisas.org.br/o-missionario-pesquisador-mordomo-da-gestao-do-conhecimento-para-acoes-de-impacto-do-reino/

3. Os documentos apresentados na conferência podem ser acessados aqui (documentos em inglês):

http://globalcmiw.org/node/64

4. Link para os dois texto escritos sobre a conferência. Faço o download em PDF. E um pouco do nosso ministério.

   a. Desafio (download)

   b. Relatório (download)

\\\Sobre o autor:

Rodrigo Tinoco

Marido, pai de quatro filhos. Missionário Pesquisador. Enviado pela igreja local – IBCT e em parceira com outras igrejas. Gerente de Projetos – voluntário na organização CONECTAR à Videira. Servimos com consultoria voluntária e gratuita em Gestão do Conhecimento, ou seja, na coleta, organização, tradução e socialização de dados e informações. Construímos ferramentas de apoio ao trabalho no campo (missiográficos, painéis, etc). Trabalhamos com tecnologias digitais, entre outras atividades, para promoção de ações de impacto do Reino de Deus.

\\\Mais info: https://www.data4mission.com/lirc8

By |2018-05-23T12:36:27+00:00Quarta-feira, Maio 23rd, 2018|Artigos, Notícias|0 Comments

About the Author:

Leave A Comment

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.